Assistência Social e Educação se integram ao Carnaval de Guamaré com campanhas educativas

 

A campanha “Respeitar. Proteger. Garantir– Todos Juntos pelos Direitos das Crianças e Adolescentes” já botou o bloco na rua, no Carnaval de Guamaré, sob a orientação do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente– CMDCA, órgão vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social.

A ação tem à frente também a Comissão de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes no município e visa envolver a sociedade na prevenção e no combate das violações dos direitos, especialmente as mais recorrentes, como trabalho infantil, exploração sexual, uso de álcool e outras drogas, situação de rua e desaparecimento.

Com esse foco, nessa semana que antecede o Carnaval, a comissão realizou atividades de sensibilização, aproveitando os eventos de concentração pré-carnavalesca, como o “Orla de Férias” do último domingo (04). Já nesta quarta-feira (07), foi realizada uma Blitz Preventiva, que ocorreu pela manhã, simultaneamente, na cidade e no Distrito de Baixa do Meio.

Panfletagem e adesivagem de carros e motos e a distribuição de lixeirinhas para veículos fizeram parte da ação. Além disso, os integrantes aproveitavam para conversar um pouco com os motoristas sobre a importância da campanha e o engajamento da população.

Pais e alunos como público alvo

A Secretaria Municipal de Educação também se une e campanha de alerta e de prevenção e fará a divulgação desse material no Carnaval das Escolas Municipais Jesuíno Vieira de Melo e Francisca Freira e ainda nos Centros de Educação Infantil Olindina Vieira e José Silvino de Oliveira, nesta sexta-feira, 9.

Plantão Social

Durante o Carnaval, a Secretaria Municipal de Assistência Social disponibilizará o Plantão Social, que funcionará todos os dias de momo, bem como o Conselho Tutelar e a presença de Agentes de Proteção, para agir em casos de violações de direitos de crianças e adolescentes nos dias de folia. O telefone do Conselho Tutelar de Guamaré é (84) 3525-2973. Qualquer cidadão pode entrar em contato e realizar denúncia, mesmo anônima.